segunda-feira, 23 de Janeiro de 2012

A nova sede da União Africana e a diplomacia angolana do "Niet"

Após cerca de 50 anos de atribulada existência, a OUA/União Africana tem finalmente uma (monumental) sede própria, graças à generosidade de uma "gorjeta" dos chineses da República Popular orçada em pouco mais de 150 milhões de dólares. De facto é muito pouco para os custos de alguns orçamentos de projectos públicos que eu conheço muito bem porque passo por eles algumas vezes.
PS-A diplomacia angolana vai fazer a sua estreia nesta nova sede da UA com mais um "NIET", ao achar que é demasiado ambicioso o objectivo de se conseguir em 2017 o estabelecimento de um mercado comum africano. Na SADC, Angola com a sua "diplomacia do NIET" já é o grande obstáculo da integração regional que se pretende. O que Angola não diz é quando é que tais objectivos serão possíveis, mas também não abandona o barco. A diplomacia angolana parece querer estar em tudo e com todos, sem estar com ninguém. Do ponto de vista estritamente diplomático, a "estratégia" parece ser muito boa.